Dê-me volta ao corpo

      
"Preenchemos a aparência física do ser que vemos com todas as noções que dele temos, e no aspecto total que nos representamos, essas noções ocupam a parte maior.Elas acabam por encher tão perfeitamente as maçãs do rosto, por seguir a linha do nariz numa aderência tão exacta, elas resolvem modular tão bem a sonoridade da voz como se esta mais não fosse que um invólucro transparente que, cada vez que vemos esse rosto e que ouvimos essa voz, são essas noções que reencontramos, que escutamos...O interior é esquematizado pelo exterior"